quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Seu lugar no mundo, criança. PT.1

"Entro na casa escoltado por Rothgar e o motoqueiro cujo nome ainda me é um grande mistério, estou vestido novamente, mas devo admitir que os pelos de quando eu estava na forma de lobo eram muito mais quentinhos e confortaveis, talvez seja por isso que Rothgar ainda não tenha assumido uma forma humana, talvez ele se sinta muito mais confortavel como lobo do que como humano.
Assim que entro me deparo com uma sala lotada, na verdade lembrava muito mais um desses bares de beira de estrada do que uma sala de uma casa normal, ao todo deviam haver umas 30 pessoas e uns 5 lobos na sala, estranhamente a idéia de lobos agindo como simples cachorros deitados perto da lareira não me parecia mais tão surreal. Ao entrarmos a maioria das pessoas me encaram imediatamente, apenas 3 deles usam coletes como o do motoqueiro, todos conversando e jogando sinuca. O motoqueiro levanta a mão e grita uma saudação para os outros, eles gritam de volta e fazem sinal para nos aproximarmos, um homem com o rosto marcado por cicatrizes profundas e com um martelo preso ao cinto bate com sua caneca na mesa e ergue sua voz acima do barulho.
-Eu gostaria de pedir a todos os Parentes se retirarem do recinto por alguns instantes, temos um novo garoto e gostariamos de conversar com ele a sós.
Após essas palavras, a pequena multidão começa a se retirar pelos fundos, junto com eles vão 4 dos lobos que estavam deitados no chão. O motoqueiro que me levou até ali vasculha o comodo com um olhar e pergunta:
-A Alexia ainda não chegou?- Quando ele faz essa pergunta Rothgar solta um leve ganido "Que bom que ela não esta aqui", mas ao mesmo tempo faz um semblante de preocupado.
-Não ela ainda não chegou, falou que estava ocupada e ia se atrasar e logo depois perdemos qualquer comunicação com ela.- Embora eles tivessem tomado consciência da minha presença ali nenhum deles ainda havia dirigido a palavra para mim.
"Da pra vocês pararem de ignorar o novato e de preocuparem com a Alexia? Ela ja é grandinha e sabe se virar." Falou um lobo usando o mesmo metodo de grunhidos e postura que Rothgar,sua pelagem era escura e com uma mancha negra nas costas, ele veio se aproximando de mim até que em um impulso ele se transformou em um humano, sua pele era morena porem seus olhos eram azuis e ele lembrava uma mistura de amerindio com alemão, ao contrario de mim ao virar humano ele estava vestido, a mancha escura na sua pelagem havia virado uma jaqueta igual a dos outros, ele estendeu sua mão direita para mim, ela era horrivelmente deformada, apertei ela mesmo assim e ele sorriu para mim:
-Cassid Manca-Enquanto-Corre, Ragabash, Fostern dos Crias de Fenris, membro da Matilha Motoclube Fenriswulf.- Embora ele tivesse sido muito simpatico comigo todos os outros olharam com cara feia pra ele e depois pra mão dele, notei que por algum motivo ele era desprezado entre os outros, rapidamente um senhor que estava sentado em cima da mesa veio em direção à mim, ele afastou Cassid com um meio-empurrão e segurou meu braço.
-Venha garoto, venha comigo, não temos tempo para apresentações agora.- Ele mancava levemente e segurava seu quadril com a mão livre, mas mesmo assim foi muito rápido em me puxar até outro comodo, aonde uma fogueira estava acesa no chão e o teto era pintado com estrelas que eu tinha a impressão de que brilhavam levemente, no centro do teto havia todo ciclo lunar pintado, dava pra ver a sutil transição de fases desenhada e eu tinha certeza de que ela brilhava em um tom prateado."
Gente essa parte do conto ia ficar mutio grande pra um post só, então dividirei em dois.
As outras partes do texto estão aqui:
Espero que meus pads gostem e quero opniões nos comentários hein suas putas sem costume. Selama ashal’anore

3 comentários:

  1. ,nhaa esse foi mais lerdo, mas foi legal ainda assim. poste! =D

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mas gostaria e adicionar se me permite:
    "foi muito rápido em me puxar até outro comodo, aonde uma fogueira estava acesa no chão e o teto era pintado com estrelas. Não conseguia enchergar direito por causa da fumaça, de quem foi a genial ideiade acender uma fugueira num comodo fechado?"
    XDDDDD to zuando

    ResponderExcluir
  3. o texto ta muito bom mesmo.. quero conhecer a outra personagem logo

    ResponderExcluir